FESTA EM HONRA DE S. BRÁS DOMINGO 3 DE JANEIRO

terça-feira, 31 de julho de 2012

"SANTO ROCK" SETE BANDAS SUBIRAM AO PALCO DE SANTO OVÍDIO


No passado fim-de-semana, 27 e 28 de Julho, o aprazível parque da Capela de Santo Ovídio foi palco da 3ª edição do festival de música “Santo Rock”, organizado pela Associação ARCO de Santo Ovídio.

Durante duas longas noites, sete bandas de Rock subiram ao palco, proporcionando momentos únicos aos cerca de 600 admiradores do imortal género musical, que assistiram a este festival, melhorado de ano para ano, correspondendo já a uma das mais destacadas mostras de Rock alternativo do Concelho.


"IMPLODING STARS"



"IN UTERO"




"MUZZLE"


Os “Imploding Stars” das Taipas abriram o festival na noite de 27 de Julho, mostrando o seu “Post RocK”, um género ainda pouco conhecido entre nós e que este grupo quer divulgar com o seu primeiro EP “Young Route”.

Seguiu-se a jovem banda fafense “In Utero”. Formada há cerca de um ano, esta banda de tributo aos “Nirvana” tem já um significativo número de fãs que aplaudiram efusivamente a sua actuação.

A fechar o primeiro dia do “Santo Rock”, outra banda de Fafe designada “Muzzle”. Um grupo de “roqueiros veteranos” que também criou grande empatia com o público.

"HELLORD"


"RÁPHIA"


"LAST CHANCE"


"ROCK POETS"


A noite de sábado, 28 de Julho, abriu co a actuação dos “Hellord”, uma banda de Metal/Trash oriunda do Arco de Baúlhe. “Ráphia” de Famalicão foi o grupo que se seguiu, apresentando um Rock mais “puro”, com novos e velhos temas de bandas imortais com um Fado pelo meio, muito bem interpretado pela excelente vocalista desta banda que agradou bastante aos espectatores. Os vimaranenses “LastChance, formados em 2009, “querem ir o mais longe possível” e a sua fantástica actuação no “Santo Rock” pode ser bom prenúncio. Por último, vindos também da “cidade berço”, subiram ao palco os “Rock Poets”, uma banda com sete anos de existência, cabeça de cartaz em diversos festivais, com três actuações em Espanha. O Metal “Underground” com influências “Punk Rock” dos anos 70 e o “Hard Rock” dos 80 fecharam esta terceira edição do festival “Santo Rock” que, em termos de público, não ultrapassou as espectativas da organização, mas globalmente foi um evento bem sucedido, com muito Rock alternativo de grande qualidade, variado, que agradou bastante.

Refira-se que em simultâneo decorreu uma pequena feira de artesanato onde vários jovens artífices mostraram a sua arte.

O “Santo Rock” é já uma referência no panorama dos festivais Rock da região, razão para a associação ARCO continuar a apostar nesta louvável manifestação cultural prometendo voltar em 2013 ainda com mais força.

Sem comentários:

Enviar um comentário